Veja Nossos Projetos

Expo Milão 2015: Pavilhão da Itália / Nemesi

Expo Milão 2015: Pavilhão da Itália / Nemesi
 
 
O projeto escolhido para o Pavilhão da Itália é o resultado de um concurso internacional de arquitetura organizado pela Expo 2015 SpA em maio de 2013. Entre os 68 participantes, o escritório Nemesi ficou com o primeiro lugar, com as empresas Proger e BMS responsáveis pelos projetos de engenharia e o Prof. Eng. Livio De Santoli liderando a equipe de sustentabilidade.
 
O pavilhão ocupa o edifício permanente Palazzo Itália e algumas edificações temporárias ao longo do eixo Cardo.
O Palazzo Itália alcança a altura de 35 metros, sendo o ponto mais alto no parque da Expo e a única arquitetura permanente do evento.
 
Essa edificação abriga os espaços institucionais e a exposição "Made in Italy", ao passo que os edifícios temporários do Cardo representam o território italiano, demarcando as diferenças entre cada região, e incluem um pavilhão para a União Europeia localizada em frente ao Palazzo Itália.
 
O Palazzo Itália inclui espaços de exposição, um auditório, espaços para as delegações, escritórios, espaços para eventos, áreas de encontro e um restaurante.
 
As edificações temporárias no Cardo apresentam espaços de exposição, áreas para eventos, escritórios, restaurantes e terraços para encontros e eventos ao ar livre.
 
 O Palazzo Itália é considerado um desafio arquitetônico e construtivo por sua complexidade e inovação em termos de projeto, materiais e tecnologias empregadas. O edifício foi projetado tendo em vista questões de sustentabilidade, empregando vidro fotovoltaico na cobertura e concreto com propriedades fotocatalíticas nas fachadas.
 
2.000 toneladas de concreto biodinâmico divididas em 700 painéis diferentes, 4.000m² de tecido para a cobertura e 400 toneladas de aço.
 
Por sua arquitetura e localização, o Palazzo Itália assume a função de ícone no parque da Expo: localizado na porção norte, ele é o pano de fundo cenográfico do eixo Cardo que atravessa todo o terreno do evento.
Para o Nemesi, a centelha para o Palazzo Itália foi o conceito de coesão no qual a força de atração redescobre um sentido de comunidade e pertencimento.
 
A praça interna representa a energia da comunidade. Esse espaço - o coração simbólico do complexo - é o ponto de partida da rota de exposição em meio a quatro volumes que compõem o Palazzo Itália.
 
O edifício se baseia na ideia de uma "floresta urbana" com seu envelope externo concebido pelo Nemesi como uma textura geométrica que evoca a sobreposição aleatória de galhos de árvores em um bosque.
 
Fonte: ArchDaily